A Polícia Civil prendeu Flávio Ferreira dos Reis, 28 anos, suspeito de roubo, na tarde de terça-feira (6), em Matinhos. Junto com ele foram apreendidos cartões de crédito, jóias, e várias notas de real, dólar e guarani. De acordo com o delegado Renato Bastos Figueiroa, Reis fazia tatuagem na praia e se oferecia para fazer o serviço na casa dos interessados.

Uma família de paraguaios, em férias no litoral paranaense, teve a casa roubada e ficou refém de Reis por alguns minutos. “Ele e outro homem entraram na casa, trancaram toda a família em um quarto e efetuaram o roubo”, descreveu o delegado. A família contou aos policiais da Delegacia de Matinhos que um dos assaltantes era Reis, que no dia anterior teria ido até a casa deles fazer uma tatuagem.

Dois investigadores foram até a praia e constataram que o suspeito estava com todos os objetos roubados da família. Reis foi preso em flagrante. Segundo o delegado, Reis foi até a casa com a desculpa de fazer a tatuagem para conhecer o local e ver o que tinha de valor. “As pessoas devem ficar atentas quando receberem pessoas para prestar algum tipo de serviço em casa”.

A polícia acredita que ele tenha dado nome falso porque, de acordo com as investigações, ele atende pelo nome de “Carlos”. “Estamos investigando para saber se ele já tem passagem por algum tipo de crime e também vamos prender o homem que o ajudou a cometer esse crime”, disse o delegado.