Uma perseguição policial digna de filmes holywoodianos, mas com um fim trágico, se desenvolveu entre ruas de bairros de Curitiba e São José dos Pinhais, durante a noite de domingo. Após terem travado uma troca de tiros com a polícia, três jovens acabaram colidindo o carro que ocupavam – um táxi tomado em assalto – na traseira de uma carreta, na BR-277, próximo ao viaduto do Contorno, em São José dos Pinhais. Com a força do impacto, o táxi explodiu e os jovens morreram. Os corpos foram encaminhados ao IML de Curitiba, onde permanecem sem identificação.

A ação criminosa do trio teve início às 21h30. Os jovens entraram no táxi Santana Quantum, que estava estacinado no ponto da Matriz, no centro de São José dos Pinhais, e pediram para o motorista, de 44 anos, que se deslocasse para o Jardim Isaura, situado naquele município. Ao chegar no destino solicitado, o rapaz que estava no banco dianteiro (passageiro) sacou de uma pistola e deu voz de assalto. A vítima entregou R$ 52,00 e documentos pessoais. Em seguida, teve suas mãos amarradas e foi obrigado a sentar-se no banco traseiro, onde constantemente era ameaçado de morte.

Após quase duas horas rodando, o taxista foi abandonado na Avenida Rui Barbosa. Segundo depoimento da vítima, os assaltantes demonstravam muito nervosismo e nenhum conhecimento do local onde circulavam.

Assaltos

Os indivíduos seguiram de São José dos Pinhais para Curitiba, onde segundo a PM, teriam praticado outros assaltos. No retorno para São José o Santana foi avistado por viaturas do Regimento da Polícia Montada (RPMont) nas proximidades do Jardim das Américas, fato que deu início à perseguição. Houve troca de tiros e foram acionados reforços da Polícia Militar. Na localidade de Borda do Campo, o trio fez novo retorno pela BR-227, sentido Curitiba. Devido a alta velocidade, para tentar escapar da perseguição policial, próximo ao viaduto do Contorno, o motorista do táxi perdeu o controle e colidiu violentamente na traseira de uma carreta. Com o choque, o táxi ficou totalmente destruído e pegou fogo. As chamas foram posteriormente controladas.

Os três ocupantes do táxi tiveram morte instantânea. Ao lado dos corpos foi localizada, pela PM, uma pistola calibre 380. Essa arma é furtada, de acordo com informações do delegado Osmar Dechiche, de São José dos Pinhais.

Ontem à tarde, o taxista foi ouvido pelo delegado, que instaurou inquérito para apurar as três mortes. O prejuízo material ficou todo por conta do taxista, pois ele não possuía seguro do carro.