Um taxista encontrou uma caixa com explosivos, que foi deixada no banco do veículo, na manhã de segunda-feira. O material foi entregue à PM, que o detonou. A caixa carregava um cartucho de emulsão de 118 gramas, com estopim. Segundo a polícia, poderia detonar se sofresse qualquer pressão ou se alguma fagulha encostasse no estopim.

A explosão poderia destruir os vidros do táxi e os estilhaços poderiam alcançar um raio de 20 metros. O taxista não soube dizer quem deixou a caixa.