Alberto Melnechuky
?Nenão? era ameaçado na Vila Liberdade.

Um tiro no peito tirou a vida do servente Everson dos Santos, 20 anos, o ?Nenão?, na noite de sábado, em Colombo. Ele foi morto na Rua Alfredo Puppi, Vila Liberdade, por volta das 21h, provavelmente em função de acerto de contas.

O irmão da vítima contou que ?Nenão? estava na casa de um primo e queria ir para a região da Liberdade, onde teria morado um tempo antes de se mudar para a Vila Zumbi dos Palmares, que fica do outro lado da BR-116. ?A família tentou impedi-lo, porque ele era acusado de matar uma pessoa lá. Mesmo assim, ele foi?, explicou. Horas depois, a família foi informada da morte de ?Nenão?. Segundo o irmão, o rapaz era acusado de um crime que não cometeu. ?Tenho certeza que não foi ele?, afirmou.

O sargento Santos, do 17.º Batalhão da Polícia Militar, levantou poucas informações porque as pessoas têm medo de falar. De acordo com ele, ?Nenão? tinha passagem pela polícia, por furto, e também era suspeito de outros crimes.