Um homem invadiu um templo islâmico em Foz do Iguaçu (PR), na última segunda-feira, ameaçando explodir o local. Segundo a Polícia Militar, ele levava algumas bolsas, dizendo que dentro estariam bombas.

Toda a área foi cercada para que os policiais negociassem com Joaquim Simplício da Silva Lima Neto, de 45 anos. Depois de quase três horas, ele acabou se entregando. Dentro das bolsas, havia apenas quadros, materiais de pintura, roupas e um quebra-cabeças com fotos de atentados.

A Polícia Civil fez um termo circunstanciado em razão da ameaça e o liberou. Segundo os policiais, Joaquim tem problemas mentais. Ele disse que seu gesto era um protesto contra o terrorismo no mundo.