Nem policiais estão imunes a assaltos, na maioria das vezes cometidos por viciados. Na madrugada de ontem, um investigador da delegacia do Alto Maracanã chegava em casa, acompanhado de um amigo, na Rua Nilo Cairo, quando foi abordado por dois assaltantes. Ele reagiu a tiros.

Perto das 3h, o policial, que pediu para não ser identificado, e o colega, foram ameaçados por um homem armado de faca. Ele pegou R$ 200 do amigo do policial, correu e não foi mais localizado. Na mesma hora, outro ladrão que também estaria com uma faca na mão foi na direção do investigador. Ele fingiu que tiraria a carteira do bolso, sacou a arma e efetuou um disparo na perna do ladrão.

Hospital

Testemunhas chamaram a Polícia Militar. Mesmo ferido, o suspeito correu por algumas quadras. Identificado como Paulo Pires da Silva, 32 anos, ele foi socorrido pelo Siate ao lado do terminal Guadalupe e encaminhado sob escolta ao Hospital Cajuru, sem risco à vida.

O policial e o amigo foram ouvidos por investigadores do Centro de Operações Policiais Especiais (Cope), que sempre acompanham casos envolvendo policiais civis. O boletim de ocorrência, entretanto, foi registrado no 1.º Distrito Policial.