Dirceu Portugal
O choque com o caminhão deixou p motorista do ônibus e seu auxiliar gravemente feridos.

Em uma ação cinematográfica, marginais atravessaram um caminhão roubado no quilômetro 12 da BR-158, região Noroeste do Paraná, para saquear 40 sacoleiros de um ônibus de turismo, que saíram de São Paulo para fazer compras no Paraguai. A tática usada pelos marginais provocou um grave acidente, que envolveu um caminhão, um ônibus e um Audi e resultou em ferimentos graves em duas pessoas. O acidente na região de Campo Mourão frustrou a ação dos marginais, que resolveram deixar o local sem nada levar.

O superintendente Job de Freitas, da 16.ª Subdivisão da Polícia Civil de Campo Mourão, disse que por volta das 4h da madrugada, os marginais iniciaram a operação para aguardar a passagem do ônibus, mas os ocupantes de uma caminhonete que passava pelo local viram a estranha ?manobra? do caminhão Mercedes Benz, placa MCF-7904, de Xanxerê (SC), e avisaram os policiais da delegacia local, que se dirigiram para o local, mas não conseguiram impedir o acidente. Minutos depois, o ônibus, placa CYB-6864, de São Paulo (SP), conduzido por Francismar Cruz Tavares, 46 anos, colidiu contra o caminhão. ?O motorista tentou desviar, mas bateu na carroceria e saiu da pista?, contou Job de Freitas.

Francismar e seu auxiliar Ezacar Teodoro dos Santos, 26, ficaram gravemente feridos e foram encaminhados à Central Hospitalar de Campo Mourão. ?Eles foram salvos porque estavam usando cinto de segurança?, comentou o superintendente. O Audi A3, placa KMC-4155 de São Paulo (SP), ocupado por dois empresários que se dirigiam para Foz do Iguaçu, também se envolveu no acidente, mas nenhum dos homens ficou ferido.

Fuga

Job disse que a intenção dos bandidos não era provocar o acidente, mas obrigar o ônibus a parar. Para isso, atravessaram o caminhão, – que foi roubado no dia 10 de setembro, em Santa Catarina, – na pista. ?O acidente aconteceu poucos quilômetros depois do contorno que passa pela cidade de Campo Mourão. O motorista não conseguiu ver o obstáculo antes?, relatou o superintendente. Ele disse que, devido ao acidente e à chegada dos policiais, os marginais desistiram do assalto e fugiram em um veículo que já foi identificado pela polícia. ?Eles aproveitaram o momento em que socorríamos as vítimas?, disse. ?Já temos os nomes de alguns suspeitos. Apuramos que três homens estavam próximo ao caminhão para atacar os passageiros. Havia um carro dando cobertura?, salientou, preferindo não contar mais detalhes para não atrapalhar as investigações.