Átila Alberti
?Barba? tem um bar no bairro Bigorrilho, na capital.

Investigado desde novembro, pela acusação de tráfico de drogas, Marcus Aurélio Pacheco, o ?Barba?, 49 anos, finalmente foi preso, no início da tarde de ontem. Edemir Ubiratan Diniz de Medeiros, 35, e Ricardo Leitão de Menezes, 27, também foram detidos, em flagrante, vendendo drogas a ?Barba?.

 Diversas diligências ao bar de propriedade de ?Barba?, na Rua Euclides da Cunha, no Bigorrilho, em Curitiba, foram realizadas, desde novembro. Porém, apesar das denúncias, em nenhuma das abordagens a polícia encontrava drogas. Ontem, os investigadores Amaral, Milsted e Francis, do 3.º Distrito Policial (DP), voltaram ao local e encontraram, junto com o suspeito, uma bucha de cocaína. Ele disse que poderia colaborar com o trabalho policial, indicando quem eram as pessoas que lhe entregavam a droga.

?Barba? telefonou a seus fornecedores e cerca de 20 minutos depois, Edemir e Ricardo apareceram, num Gol, para entregar a encomenda. O dono do bar se dirigiu até o carro e entregou R$ 50 ao motorista. Em troca, recebeu uma bucha de cocaína. Comprovado o comércio ilícito, os policiais, que estavam de campana, abordaram Edemir e Ricardo. No veículo que eles utilizavam, os investigadores encontraram 10 buchas de cocaína, escondidas nos forros das portas.

O trio foi encaminhado ao 3.º DP, onde recebeu a autuação por tráfico de drogas. Apesar das denúncias dando conta que ?Barba? vendia drogas, a ficha dele estava limpa no sistema da polícia. Edemir tem passagem por estelionato e um homicídio culposo, proveniente de um acidente de trânsito. Ricardo já foi indiciado por assalto.