“Nena” vendia cocaína.

Portando 100 gramas de cocaína, Adeilde Batista da Rosa, conhecida por “Nena”, 38 anos, foi presa por policiais do 8.º Distrito (Portão), na noite de quarta-feira, em sua casa, na Rua Mercedes Stresser, n.º 605, no Bairro Alto. A droga estava escondida dentro de uma meia pendurada no varal. Dos 100 gramas apreendidos, 85 gramas eram de cocaína pura e não haviam sido embalados.

O delegado Hertel Rehbein, titular do 8.º DP, informou que os policiais receberam a denúncia de que a mulher estava comerciando drogas na região e começaram as investigações. Às 23h, os policiais surpreenderam Adeilde vendendo drogas para um viciado, de 20 anos. “A mulher foi autuada em flagrante por tráfico e contra o jovem foi lavrado um termo circunstanciado por infração ao artigo 16 da Lei Antitóxicos”, informou.

Ele disse que Adeilde já possui antecedente criminal por porte ilegal de arma, no 6.º Distrito (Cajuru) e teve um mandado de prisão preventiva por tráfico, pela Justiça de Matinhos.

Hertel salientou que o combate ao tráfico de drogas continua. “As pessoas podem continuar denunciando que vamos combater o tráfico”, enfatizou. Ele disse que as pessoas podem denunciar anonimamente, através do telefone 346-5644.

Confissão

Em seu interrogatório, Adeilde informou que comprou a droga por R$ 600,00, de um tal de Joãozinho, na Vila Trindade e pretendia vender cada bucha por R$ 10,00. Ela contou que trafica drogas há seis meses e sempre compra a droga para a revenda na Vila Trindade, mas de pessoas diferentes, as quais não pode identificar.