Três das quatro testemunhas de defesa do ex-deputado estadual Luiz Fernando Ribas Carli filho compareceram na audiência desta quinta-feira (4), no Tribunal do Júri de Curitiba. Foram ouvidos pelo juiz Daniel Ribeiro Surdi de Avelar um motorista que estava próximo ao local do acidente, uma funcionária do gabinete do ex-deputado e um morador do bairro Mossunguê.

A testemunha que faltou à audiência também é moradora da região e poderá não ser ouvida, caso a defesa abra mão do depoimento. Carli Filho se envolveu em um acidente em maio de 2009, em Curitiba, que resultou na morte de Gilmar Souza Yared e Carlos Murilo de Almeida.

Outras seis testemunhas que não moram em Curitiba ainda serão ouvidas por meio de carta precatória, o que deve acontecer até maio. Este é o último ato da audiência de instrução antes do juiz ouvir o ex-deputado e decidir se ele vai ou não a júri popular.

“Infelizmente a justiça é lenta e os poderosos estão à frente. Em nosso país, as leis se cumprem para alguns e não para outros. Somente as famílias unidas tem o poder de mudar essa situação”, afirmou Gilmar Yared, pai de um dos jovens mortos no acidente.

Com informações da repórter Mara Andrich.