Átila Alberti
Presos, Paulo e dois menores entregaram o armamento.

Policiais militares da 1.ª Companhia de São José dos Pinhais, elucidaram o roubo da arma do vigilante da subprefeitura, situada na Borda do Campo, que aconteceu às 17h de segunda-feira. O revólver pertencente ao guardião foi localizado, além de uma pistola 635, um revólver calibre 32 e outro calibre 38. Paulo Roberto dos Santos Franco, 23 anos, foi preso e autuado em flagrante por porte ilegal de arma. Os adolescentes A.S.F. e D.S. 17 anos, foram apreendidos e confessaram o roubo. "A arma era para a gente se defender. Só pegamos o revólver", justificou D.S..

O soldado Marcos Almeida, que efetuou a prisão, disse que os policiais receberam informações de que o revólver roubado do vigilante estava escondido em uma casa, na Rua Sargento Lázaro Rodrigues, na Borda do Campo, em São José dos Pinhais. Os militares foram até o local e localizaram o revólver. "Havia a informação que havia outra arma semelhante, que foi usada no roubo. D.S. confessou o assalto e disse que a outra arma estaria com o outro adolescente. Localizamos o menor, retornamos à casa de D.S. e encontramos um revólver calibre 38 e a pistola escondida dentro de uma sacola plástica, que estava pendurada em uma ameixeira", contou Almeida. Na seqüência, eles foram até a casa de Paulo e o prenderam com o revólver calibre 32. "Tinha um outro homem, conhecido como Casquinha, que estava armado com uma pistola 380, mas ele conseguiu escapar", lamentou o soldado.