Dois ladrões armados foram perseguidos e trocaram tiro com a polícia depois de roubar um táxi no centro de Quatro Barras, na tarde de ontem. Eliseu Cordeiro de Assunção, 38 anos, e Heitor Aparecido da Silva, 23, são suspeitos de aterrorizar taxistas da região metropolitana há algumas semanas. Apontado como comparsa da dupla, Diego Ferreira, 25, foi detido em seguida.

Segundo a polícia, depois de sequestrar os profissionais, eles os abandonavam em matagais, completamente sem roupa. No último assalto, encontraram policiais militares do 22.º Batalhão, na entrada de Campina Grande do Sul. Após um rápido confronto, a dupla se entregou.

Armas

Com eles, foram apreendidos dois revólveres calibre 38. “Eles iam para o Jardim Eugênia Maria, onde encontrariam outros dois comparsas para realizarem assaltos”, disse o tenente Meireles. Informados sobre o local onde aconteceria o encontro, os policias detiveram Diego.

O trio foi levado para a delegacia e foi reconhecido por outras vítimas. Até a noite de ontem, pelo menos três taxistas haviam apontado os detidos como assaltantes. “Eles agiam da mesma forma comigo. Me deixaram sem nenhuma peça de roupa e tive dificuldade em pedir socorro. Um morador de sítio me arrumou algumas roupas”, disse uma das vítimas, que preferiu não se identificar.