A Polícia Civil de São José dos Pinhais tenta descobrir a origem de uma carga de pneus usados, pegas com marginais que trocaram tiros com a Guarda Municipal, na madrugada de ontem. Dois rapazes que supostamente estava fazendo escolta da carga, foram levados à delegacia mas nada foi confirmado contra eles.

O guarda municipal Ricardo Kusch explicou que trafegava com sua equipe pela Borda do Campo, quando logo depois da meia-noite, se deparou com uma caminhonete carregada com os pneus e um Uno e um Gol fazendo a escolta do utilitário. Na abordagem, os veículos não pararam e as pessoas que estavam na caminhonete atiraram nos guardas. Houve confronto, mas ninguém se feriu. Os marginais da caminhonete conseguiram escapar.

Investigação

Na sequência, contou Kusch, os motoristas do Uno e do Gol foram abordados e levados à delegacia. Apesar de serem pessoas com antecedentes criminais por tráfico e estarem em liberdade condicional, um já cumpriu dois e o outro quatro anos de cadeia, eles foram interrogados e liberados.

De acordo com o delegado Guilherme Rangel não havia indícios concretos que os detidos tinham algum envolvimento com a carga roubada. “Nem a carga conseguimos comprovar se foi furtada ou roubada. O proprietário da caminhonete terá que explicar quem estava usando o carro”, disse o delegado.