A vendedora ambulante Maria do Socorro Araújo, 42 anos, foi morta com dois tiros na cabeça, na noite de ontem, em Almirante Tamandaré. O crime foi na rua da casa dela, a Rua Paulino Mendes Gonçalves, Lamenha Grande. Há cinco anos, Maria do Socorro estaria recebendo ameaças de morte de uma irmã.

Segundo apurou o tenen te Freitas, do 17.º Batalhão da Polícia Militar, a mulher voltava do serviço, no centro de Curitiba. Desceu do ônibus na Rua Wadislau Bugalski e, quando seguia para sua casa, foi abordada por homens armados.

Vizinhos ouviram os tiros por volta das 20h e, assim que olharam para fora, já encontraram Maria estendida na rua. Ninguém viu quem foram os assassinos, nem como fugiram.

Investigação

A hipótese de latrocínio (roubo com morte) foi descartada, porque nada foi levado da vítima. O marido dela contou ao tenente Freitas que suspeitava de sua cunhada.

Ele revelou que há cinco anos Maria do Socorro e uma irmã brigavam, mas não disse por qual motivo. Toda vez que as duas se encontravam, sua cunhada ameaçava Maria de morte. A suspeita vai ser investigada pela delegacia local. Maria era mãe de cinco filhos.