No final da manhã de ontem, ladrões que agem na saída de agências bancárias voltaram a atacar. Desta vez a vítima foi uma vendedora de 40 anos, que foi roubada no portão de sua residência no bairro Capão da Imbuia, após sacar dinheiro de uma agência do Banco Itaú, no Tarumã. Dois homens, em uma motocicleta Honda Titan, esperaram a vítima estacionar o seu Siena preto em frente à casa e realizaram a abordagem. O garupa desceu armado com um revólver e exigiu a bolsa.

A vendedora entregou o objeto e os assaltantes fugiram. O prejuízo foi de R$ 11 mil em dinheiro, além de documentos pessoais e dois cheques no valor de R$ 450,00 e R$ 72,00. A placa da motocicleta não foi anotada. A Delegacia de Furtos e Roubos vai investigar o caso.

Olheiros

Apesar dos inúmeros avisos dados pela polícia e dos casos noticiados pela Tribuna, assaltos na saída de bancos continuam ocorrendo com certa freqüência. Quadrilhas especializadas nesse tipo de crime mantêm "olheiros" que acompanham os passos de clientes dentro de agências bancárias e, caso seja efetuada uma retirada grande de dinheiro, o assalto é efetuado. Os "olheiros" passam a descrição física do cliente (alvo) para os demais integrantes do grupo, que ficam circulando em ruas próximas à agência. São esses "agentes" externos que realizam o roubo. Normalmente, a vítima é abordada por dois homens armados em uma motocicleta.