Marcos Schiminoski, 24 anos, foi morto a tiros ontem de madrugada na Rua Rio Ribeiro, Iguaçu, em Fazenda Rio Grande, por volta da 1h30. Ele era conhecido como “Marco Louco”, e a Polícia Militar não tem dúvidas que foi acerto de contas.

Segundo o superintendente Jucelino, da delegacia da Fazenda Rio Grande, ele era viciado em drogas e suspeito de praticar roubos em casas no município. “A família de Marcos ficou aliviada quando souberam que morreu”, disse. Conforme informado pelo soldado Maurílio, do 17.º Batalhão da PM, Marcos foi morto com mais de cinco tiros.

Violência

De acordo com Maurílio, depois de invadir as casas para roubar, em algumas vezes, estuprava as vítimas. Marcos, há pouco tempo, teria se envolvido em trocas de tiros com a PM. De acordo com a Polícia Civil, ele participava de gangues e pode ter feito inimigos entre os comparsas.