A observação atenta de uma mulher permitiu à Polícia Militar prender acusados de furto e receptação. Celulares, relógios e aparelhos eletroeletrônicos supostamente roubados, além de droga e uma arma, foram apreendidos com os suspeitos.

Ontem de manhã, a testemunha telefonou para a PM e avisou que a residência situada na Rua Doutor Alcides Vieira Arcoverde, Guabirotuba, estava sendo arrombada. Uma equipe do Regimento de Polícia Montada (RPMont) foi até lá e encontrou Alexandre Henrique Bezerra, 24 anos, conhecido como “Polaco”. “Ele ainda não havia entrado na casa, mas estava com um celular furtado”, falou o soldado Scariotte, que participou da prisão.

Confissão

Segundo a PM, “Polaco” confessou o furto do celular e de um toca-CDs, que foram entregues na Vila das Torres, Jardim Botânico. No endereço apontado pelo detido, a PM deteve Leandro Duarte de Almeida, 21. Além do toca-CDs indicado pelo suposto comparsa, foram apreendidos na casa R$ 1.055,00, sete celulares, sete relógios, um aparelho de DVD, duas máquinas fotográficas e um revólver calibre 38 com duas munições, além de quatro cachimbos usados para consumir crack e pequena quantidade de maconha. “Ele não explicou a procedência dos objetos e foi detido”, falou o soldado.

A PM suspeita que Leandro seja receptador de produtos roubados e furtados em bairros vizinhos à Vila das Torres. “Ele tem passagem na polícia por tráfico. Possivelmente trocava os aparelhos por droga”, acredita o policial. O nome fornecido por “Polaco” não está cadastrado no sistema informatizado da PM, o que levanta a suspeita de que seja falso.