É muito comum ouvir que, para acabar com a tensão pré-menstrual – a famosa TPM – de uma mulher, basta oferecer chocolates. E ele pode realmente combater diversos sintomas da TPM que, de acordo com o Ministério da Saúde, acomete mais de 70% da população feminina brasileira em idade reprodutiva. Para a nutricionista e pesquisadora Aline Quissak, de Curitiba, os ingredientes do chocolate tem tanta influência em amenizar os sintomas da TPM, que ela decidiu desenvolver um produto específico para isso.

+ Fique esperto! Perdeu as últimas notícias sobre segurança, esportes, celebridades e o resumo das novelas? Clique agora e se atualize com a Tribuna do Paraná!

Em um estudo com 355 mulheres de 24 a 43 anos, a pesquisadora percebeu que o chocolate 70% cacau tinha efeito nos sintomas da TPM, mas seria necessário mais para aliviar os sintomas.
Ao estudar os hormônios femininos e outros nutrientes específicos, ela chegou a um resultado cientificamente relevante, interferindo nos hormônios femininos e em reações como oscilação de humor, irritabilidade, alteração de apetite e sensibilidade. “Unir todos esses elementos em um chocolate foi surpreendente”, relata a pesquisadora.

Nutricionista e pesquisadora Aline Quissak. Foto: Izabel Hadas/Divulgação
Nutricionista e pesquisadora Aline Quissak. Foto: Izabel Hadas/Divulgação

Aline explica que a diferença deste produto para um chocolate comum está na sinergia dos alimentos, já que ela uniu um chocolate premium, com alto teor de cacau e manteiga de cacau, a vitaminas e compostos bioativos.

+ Leia mais: Imposto de renda – prazo está terminando! Saiba o que fazer e fuja das multas!

“Para um equilíbrio hormonal feminino, foi utilizada uma proporção de morango, óleo de linhaça e cacau que, consumidos conforme recomendado, melhoram os sintomas da TPM e auxiliam na concentração e diminuição da ansiedade”, ilustra Aline, que já desenvolveu mais de 400 receitas terapêuticas com resultados comprovados.

Para ser comercializado, o chocolate precisa de regulamentação específica da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), que certifica alimentos que alegam ter propriedades funcionais para a saúde.
A previsão é de que ele chegue aos mercados ainda no primeiro semestre deste ano. “É um chocolate bem-vindo não só para as mulheres que sofrem com a TPM, mas para o público geral que busca bem-estar”, diz a nutricionista.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do trio de ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!

Modelo Caroline Bittencourt está desaparecida após temporal em Ilhabela, São Paulo