Problemas com pulgas em pets são mais comuns de se ouvir, mas são os carrapatos que podem provocar um problema sério de saúde para os animais. O parasita é o responsável por uma doença que pode causar danos graves e até mesmo levar o cachorro à morte.

LEIA TAMBÉM

>> Cachorro e gato como filho? Projeto prevê guarda compartilhada e até pensão para animais após divórcio

>> Cachorros não deixam socorro chegar à casa de mulher em trabalho de parto no PR; bebê nasceu sem ajuda dos médicos

>> Cachorrinha que pediu socorro da PRF na grande Curitiba é adotada e ganha novo lar

A Doença do Carrapato pode ser causada por dois tipos diferentes de bactérias. Ambas, têm o mesmo impacto na saúde do cão, atacando as células de defesa e causando problemas nos órgãos, como rins, pulmões e fígado. Para evitar danos à saúde do seu pet, fique atento a possíveis sintomas como sangramentos, apatia e perda de peso.

De acordo com Daniel Cooper, médico-veterinário do plano My Pet, é preciso ficar atento a esses sinais mais comuns. “É importante saber que a doença do carrapato pode ser dividida em duas fases, a aguda e crônica. Na primeira, hematomas, sangramento pelo nariz, urina ou fezes, apatia e perda de peso podem indicar que algo não está certo com a saúde do seu bichinho. Na segunda, febre, anorexia e convulsões são os sintomas mais comuns a esta enfermidade”, disse o médico-veterinário.

Ao perceber qualquer sintoma, o tutor deve levar o pet a uma clínica veterinária para a realização de exames de sangue. Com a confirmação da doença, é preciso fazer uso de antibióticos de 15 a 30 dias. Vale reforçar que quanto mais cedo for diagnosticado o problema, maiores as chances de se curar e voltar rapidamente à rotina normal.

Marcação, Inseto, Parasitárias, Aracnídeo
Carrapato. Foto: Pixabay

Como evitar o Carrapato?

O veterinário acredita que a melhor forma de evitar o contato é manter condições de higiene adequadas e se possível, procurar áreas externas limpas. “Em geral, devemos buscar manter a área externa sempre limpa e monitorar o pelo do bichinho, principalmente após passeios e viagens para locais quentes e com muito gramado. Fazer uso de produtos antipulgas e carrapatos também pode ser uma ótima opção”, destaca Daniel Cooper.

Pantanal

Juma atira nos pés de Jove

Loterias

Veja o resultado das loterias desta terça-feira!

Inverno Chegou

Veja como será o primeiro dia de inverno em Curitiba

Além da Ilusão

Lorenzo declara seu amor por Letícia