Neste fim de ano, a Central (41) 3350-9000 segue com atendimento telefônico diário, das 8h às 20h, como meio prioritário para o atendimento aos curitibanos em caso de sintomas respiratórios. A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) orienta que a Central seja acionada nos casos em que o cidadão tenha sintomas leves (sem falta de ar), para atendimento com profissionais da Saúde sem precisar sair de casa. 

Esse atendimento por telefone avalia cada caso e vai recomenta as medidas e orientações necessárias em cada situação, que podem incluir recomendação de isolamento, prescrição de medicamento e, conforme o quadro, até o encaminhamento para outro ponto de atendimento do SUS Curitibano. 

+ Leia mais: Assalto, helicóptero, prisão e morte. Pau torou em cidade ao lado de Curitiba

A SMS reforça que não é necessário procurar as Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) para sintomas respiratórios. Essa medida dá mais conforto e agilidade no atendimento dos usuários que apresentam sintomas e evita sobrecarga nas UPAs, destinadas a casos de urgência e emergência, principalmente relacionados a casos com risco iminente de morte.  

“A procura pela Central 3350-9000 também contribui para evitar a transmissão de doenças como a covid-19 e a gripe, visto que o usuário com sintomas não precisa sair de casa, em um fluxo adequado”, diz o diretor do Departamento de Urgência e Emergência da SMS, Pedro Almeida.

Almeida diz que o atendimento pela Central também colabora para o melhor atendimento em toda a rede nesse período entre as festas de fim de ano. Nesta época de feriado prolongado, as UPAs registram até 20% de aumento no movimento em relação a outros períodos e que boa parte da procura são de situações não-urgentes. Isso sobrecarrega o sistema dessas unidades, que deveriam centrar atenção nas situações que requerem pronto-atendimento.

Quando ligar

No caso de sintomas respiratórios – como como tosse, dor de garganta, febre, congestão nasal, perda do olfato ou paladar – a pessoa deve entrar em contato com a Central pelo telefone (41) 3350-9000 e seguir as orientações dos profissionais da Saúde. O atendimento é feito todos os dias da semana, das 8h às 20h.
Além da Central, entre hoje e quinta-feira (30/12), Curitiba mantém 21 Unidades de Saúde abertas das 8h às 17h horas para outros atendimentos como enfermagem, consulta médica, odontológica, vacinas e dispensação de medicamentos.

>>> Confira aqui a lista das Unidades de Saúde em atendimento.

Prevenção

A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) lembra que as medidas de prevenção à gripe são as mesmas que as de prevenção à covid-19: usar máscara, manter as mãos higienizadas com água e sabão ou álcool em gel, abrir janelas e portas em ambientes fechados para garantir a circulação do ar. 

+ Veja também: Conheça os produtos exóticos “escondidos” no Mercado Municipal de Curitiba

A Central

Criada em março de 2020, para tirar dúvidas sobre a covid-19, ainda no início da pandemia, a Central ganhou novas funções este ano, com apoio equipe multiprofissional de 55 trabalhadores de saúde preparados para avaliar caso a caso e prestar o melhor encaminhamento.