Todos nós sabemos que a saúde é o bem mais valioso que temos e pequenos gestos podem proporcionar uma melhora na qualidade de vida se praticados no dia a dia. Para comemorar o ‘Dia Nacional da Saúde’, 05 de agosto, separamos dicas importantes para você adotar uma vida saudável e listamos lugares para a prática esportiva gratuita em Curitiba.

LEIA TAMBÉM:

>> Sete barraquinhas e lanchonetes de cachorro-quente para conhecer em Curitiba e região

>> Varíola dos macacos: Como diferenciar lesões desta doença com as de outras?

>> Curitibanices fake: carne de onça, jacaré no parque, prédio que gira e mais coisas que não parecem o que são

O médico nutrólogo Nataniel Viuniski, membro do Conselho para Assuntos Nutricionais da Herbalife Nutrition do Brasil, cita 7 pontos para estar atento no dia-a-dia.

1 – Beba mais água​

Ela é importante para que todas as funções do organismo trabalhem adequadamente; além de auxiliar os rins a eliminarem as impurezas filtradas pelo sangue, contribui para prevenir a prisão de ventre e ajuda no funcionamento adequado do cérebro. O ideal é que cada pessoa consuma cerca de 35 ml de água por quilo de peso ao longo de todo o dia.

2 – Tenha uma rotina de sono​

É um dos pilares básicos da saúde e um dos mais negligenciados. Dormir e acordar no mesmo horário faz com que o corpo fique em sincronia com o ciclo circadiano, que envolve a liberação de hormônios nos diferentes períodos do dia.

3 – Inclua proteínas vegetais na dieta​

Esses alimentos não contêm colesterol e ainda cumprem muito bem a função de manter ou ganhar massa magra. Fora o fato de que são mais sustentáveis, portanto, são bons para a nossa saúde e para a saúde do planeta.

4 – Coma verduras e frutas todos os dias​

Os vegetais são fontes riquíssimas de vitaminas e minerais importantes para a saúde e bom funcionamento do organismo, além de ajudarem a evitar uma queda na imunidade. Eles também são ricos em fibras que atuam no bom funcionamento do intestino.

5 – Faça exercícios

Não se pode falar em saúde sem falar em atividade física. O sedentarismo é um grande inimigo, por isso passe a encarar a atividade física como uma tarefa diária assim como comer, dormir e tomar banho. Procure motivos e companhia para manter-se em movimento. O corpo humano é preparado para isso. Portanto, fique menos tempos no sofá e levante-se da mesa do trabalho com mais frequência.

6 – Aprenda a equilibrar o estresse​

Já ouviu o provérbio tibetano: “Se seu problema tem solução, então não há com que se preocupar. Se seu problema não tem solução, toda preocupação será em vão.” Pois ela é perfeita para adotarmos em várias situações da vida que não merecem nosso desperdício de energia e sofrimento. Busque ser mais prático na resolução de seus problemas e verá a sua vida mudar para melhor. Aposte em técnicas de meditação, oração e períodos de silêncio.

7 – Divirta-se!​

Volte a marcar os encontros com os amigos, mantendo os cuidados que você definiu para sua proteção, mas procurando dar muitas risadas. Rir libera serotonina e endorfina, substâncias que trazem a sensação de bem-estar, prazer e alegria, portanto, contribui para a saúde mental, diminuindo o risco de depressão.

Exercícios gratuitos em Curitiba

Para te ajudar a cumprir o item 5 da lista, fomos em busca de alternativas gratuitas para mexer o corpo em Curitiba. Listamos as modalidades disponíveis em 7 parques da cidade.

LEIA MAIS – 21 curiosidades sobre parques de Curitiba para você saber na próxima visita

Parques

1 – Parque Barigui

A pista do Parque Barigui é uma das queridinhas na cidade para caminhar, correr, andar de bike, skate ou patins. Há duas opções de percurso: o menor tem 3,23 km e o maior tem 5 km. Além disso, há áreas com academias ao ar livre para alongamentos e fortalecimento muscular.

2 – Jardim Botânico

O cartão postal mais visitado em Curitiba, tem muitos atrativos para os turistas, mas garante uma pista de 1,8 km com um percurso que passa por subidas e descidas. O Botânico também é a casa de um velódromo descoberto, para prática de ciclismo; além de três quadras de tênis e uma de futebol de areia. Nos amplos gramados, quase todos os sábados (a depender da previsão do tempo), há aulas do projeto Yoga no Parque, com práticas gratuitas e abertas ao público. Só levar o tapetinho e a disposição para os asanas.

3 – Parque São Lourenço

O Parque São Loureço tem uma pista de aproximadamente 1,5 km. Há outras áreas para praticar esporte como as canchas de futebol e vôlei e a ciclovia, além da academia ao ar livre. Mas o parque é famosos mesmo pelas pistas com ladeiras onde é possível praticar a descida com carrinho de rolimã, além das modalidades de skate downhill e do street luge (modalidade em que os atletas descem deitados sobre uma prancha com rodas de skate).

VIU ESSA? Parque de Curitiba ganha quadra de grama sintética, circuito de ginástica e nova pista de atletismo

4 – Parque Tingui

O parque é muito amplo, tem cerca de 380 mil m2 e pista para corrida e ciclismo. O percurso tem aproximadamente 5 km repleto de mata nativa e a vista do lago. Há, ainda, quadra de futebol e vôlei e academia ao ar livre.

5 – Bosque de Portugal

Não é dos mais buscados por um grande número de curitibanos, mas quem mora no Jardim Social o frequenta bastante. O mais legal é fazer corrida por entre as árvores que o envolvem. A pista é curtinha, tem 500 metros de extensão, mas dá para dar algumas voltas apreciando o visual.

6 – Parque Passaúna

O parque, que fica a cerca de 12 km do centro de Curitiba, vira a praia dos moradores nos dias de calor. Para completar o clima há várias oportunidades para prática de esportes aquáticos como stand up paddle, canoa havaiana e canoagem.

7 – Parque Náutico

O Parque Náutico, que fica no limite com São José dos Pinhais, possui área de 2 também faz parte do Parque Iguaçu, possui uma área aproximada de 2.300.000 m² e é um local reservado para prática de esportes não poluentes, como canoagem e remo, por exemplo. Mas também é excelente para atividades como caminhada, corrida e ciclismo.