A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) já entrou em contado com o Gilead, laboratório fabricante do antiviral remdesivir, para acompanhar a evolução dos estudos do medicamento no tratamento da Covid-19.

Sexta-feira (1º), a Food and Drug Administration (FDA), o equivalente à Anvisa, autorizou o uso do medicamento nos Estados Unidos para tratamento da doença em pacientes hospitalizados em estado grave.Nos próximos dia s, a Anvisa fará reunião com a fabricante para verificar o interesse e a viabilidade do fornecimento do medicamento no Brasil.

LEIA MAIS – De cloroquina à molécula do viagra, vários medicamentos estão em teste contra o coronavírus

Medicamento promissor

O Gilead tem vários ensaios clínicos em andamento para o remdesivir. Espera-se que os dados iniciais sejam divulgados nas próximas semanas. Se o medicamento se provar eficiente, a Anvisa afirmar dispor de mecanismos para garantir o acesso rápido da população à droga.


A Tribuna precisa do seu apoio! 🤝

Neste cenário de pandemia por covid-19, nós intensificamos ainda mais a produção de conteúdo para garantir que você receba informações úteis e reportagens positivas, que tragam um pouco de luz em meio à crise.

Porém, o momento também trouxe queda de receitas para o nosso jornal, por isso contamos com sua ajuda para continuarmos este trabalho e construirmos juntos uma sociedade melhor. Bora ajudar?