O ciclo circadiano é o conjunto das 24 horas que regulam nosso organismo e que influenciam diretamente não só na disposição para executar tarefas, mas, também no metabolismo e a imunidade.

Mas sabemos que algumas etapas da nossa vida acabam desregulando esse relógio biológico: a chegada de um bebê, os prazos de entrega de um trabalho importante na faculdade, etc. Só que esse desajuste não pode ser permanente, e alguns sinais como o aumento da fome, a maior disposição no fim do dia (período em que nosso corpo deve começar a desacelerar para o sono) e um cansaço ao acordar, são pontos de atenção.

LEIA TAMBÉM:

>> Brasileiras tentam acordo de 30 milhões de euros por danos atribuídos a contraceptivo

>> Comida “engordativa” irresistível no frio do inverno pode ser saudável; saiba como!

O ajuste do ciclo circadiano pode atuar na prevenção desses sinais e sintomas. Entretanto, não substitui qualquer tratamento medicamentoso indicado por um profissional competente, restringindo-se a melhorar e prevenir sinais e sintomas que ainda não são doenças.

“Não que a gente trate as doenças dormindo melhor, mas podemos melhorar várias das doenças e prognósticos, fornecendo um melhor desfecho, uma melhor resposta terapêutica quando dormimos melhor”, explicaWanessa Hardt (CRMSC 21420), médica generalista que atua na medicina de maneira preventiva estimulando hábitos saudáveis de vida.

Dicas

Wanessa indica quatro caminhos para todos aqueles que desejam viver seu ciclo circadiano de forma adequada:

1- Preferir comer proteínas animais e saladas cruas durante o dia e deixar os carboidratos complexos, como legumes, até mesmo tubérculos e raízes para noite. Evitar refinados e carboidratos simples como farinhas, açúcar, excesso de suco/frutas e álcool;

2- Evitar o excesso de sal à noite para evitar estímulos glandulares desnecessários;

3- Deitar mais cedo e fazer uma higiene do sono evitando o uso de telas, como computador e celular, apagando as luzes mais fortes, evitando assuntos estressantes, com uma xícara de chá morno não adoçado e um bom livro;

4- Criar hábitos, independentemente de poder ou não dormir ou acordar tarde. É importante estipular uma rotina de sono com horários ajustados porque a cada década de vida fica mais difícil recuperar a noite perdida. Então, ter rotina e hábitos para que o ciclo circadiano nos mantenha saudável é necessário.