Os brasileiros ainda veem números altos na pandemia de Covid-19 e, neste cenário, o ideal é seguir com o isolamento e distanciamento. Porém, em 9 de maio, muitos irão reencontrar sua família para comemorar o Dia das Mães.

Não é demais reafirmar que a vacinação completa – as duas doses necessárias para imunização – não garantem proteção contra a transmissão do vírus e mesmo para o adoecimento, sendo até agora comprovado que a vacina pode evitar quadros mais graves.

LEIA TAMBÉM:

>> Dia das Mães: Veja 31 produtos ‘inesquecíveis’ para presentear a sua mãe

>> 16 frases e mensagens de Dia das Mães para imprimir ou enviar por WhatsApp

A medida ideal a se tomar nesta comemoração é evitar contato próximo com pessoas que não dividam a unidade domiciliar em que você reside. Mas, se o encontro será feito mesmo assim, há como tentar reduzir os riscos.

Confira algumas informações compiladas de orientações da Fiocruz para as festividades do fim do ano passado, adaptadas de texto sobre segurança em comemorações publicado pelo norte-americano Centers for Disease Control and Prevention (CDC) à época e atualizado em 21 de abril:

1- Não vá ou promova a comemoração em casa se você estiver com sintomas da Covid-19; com diagnóstico da doença e nos 14 dias desde os primeiros sintomas (mesmo sem teste); se está aguardando resultado de um teste ou se manteve contato com alguém com a doença nas últimas duas semanas;

2- Não vá ou promova a comemoração em casa se você mora com alguém que faz parte do grupo de risco para casos graves (portadores de doenças crônicas, como diabete e hipertensão, asma, doença pulmonar obstrutiva crônica, doença renal crônica em estágio avançado, imunodepressão provocada pelo tratamento de doenças autoimunes, como lúpus ou câncer; pessoas acima de 60 anos de idade, fumantes, gestantes, mulheres em resguardo e crianças menores de 5 anos);

3- Dê preferência a locais amplos, abertos ou bem ventilados e organize para que o limite do número de convidados permita distância de 2 metros entre si. Evite o uso de ar-condicionado;

4- Não ponha música alta, para que não se tenha que gritar ou falar alto, o que lança mais partículas virais no ambiente, caso alguém esteja infectado sem sintomas ou sem saber;

5- Use máscara sempre que não estiver comendo ou bebendo e tenha uma sacolinha para guardá-la no intervalo, mantendo-a limpa e seca entre os usos. Leve uma máscara limpa extra;

6- Evite apertos de mão ou abraços e não compartilhe objetos, como talheres ou copos. Ofereça bebidas em garrafas ou latas individuais;

7- Lave as mãos com frequência durante o evento com água e sabão ou use álcool; disponibilize álcool em gel nos ambientes;

8- Não deixe que se formem filas para a comida; oriente a não se sentarem todos reunidos e de frente uns para outros na hora de comer. O ideal é organizar espaços separados para pessoas que moram juntas comerem;

9- Tenha sabão e papel para secagem de mãos no banheiro, evitando tolhas de pano;

10- Use lixeiras com pedais para que as pessoas descartem seus lixos sem precisar colocar as mãos na tampa.