Duas chefs paranaenses participam da nova edição do programa Mestre do Sabor, da Rede Globo: Claudia Krauspenhar, do restaurante K.sa, em Curitiba, e Mari Schurt, sous chef do Corrutela, em São Paulo. A segunda temporada do reality de gastronomia, estrelado pelo chef francês Claude Troisgros, estreou na noite desta quinta-feira (30).

Claudinha, como é conhecida entre os chefs e clientes em Curitiba, foi selecionada ao preparar uma costela de pacu defumado com farofa de cítricos, purê de banana e molho de marisco. O prato, com algumas modificações, faz muito sucesso entre os clientes do K.sa. O preparo conquistou todos os chefs do programa, mas ela escolheu o português José Avillez para ser seu mentor.

+ Leia mais: Cabaré, Jota Quest, Alok são destaques das lives deste fim de semana, confira!

O pacu usado pela chef é cultivado em Foz do Iguaçu, sua cidade natal. A criação é desenvolvida na região do Lago Itaipu, começou pequena e atualmente chega a cerca de 20 toneladas de peixe por ano. O cultivo garante o sustento de 23 família da associação de pescadores da região.

Nascida na cidade fronteiriça, Claudia é formada em Direito e cursou gastronomia no Centro Europeu. Passou pelo restaurante Edvino, no Bigorrillho, foi para São Paulo e voltou para fazer ao lado do chef Ivan Lopes jantares às cegas em sua própria casa. Em dezembro de 2016, Claudia assumiu a direção do Vin Bistrô, também no Bigorrilho. No local, reabriu a casa com um novo nome e conceito — o K.sa — onde está até hoje.

+ Veja também: William Bonner chora ao vivo no JN, e Renata Vasconcellos encerra o jornal

Em 2019, o cordeiro com castanha-de-baru e purê de mandioca preparado por Claudia no K.sa foi eleito como o melhor prato de cordeiro de Curitiba pelo Prêmio Bom Gourmet. A chef também já foi indicada ao posto de Chef 5 Estrelas algumas vezes.

De Pato Branco para o mundo

Mari Schurt nasceu em Pato Branco, no Sudoeste. Chegou a estudar direito, mas desistiu do curso para fazer gastronomia na Universidade Positivo. Formou-se em 2014 e com apenas 22 anos se mudou para São Paulo. Após trabalhar como garçonete em uma hamburgueria, seu primeiro estágio foi no Maní, da chef Helena Rizzo. Logo foi efetivada, passou a auxiliar de cozinha e depois chef de partida.

Também morou na Espanha, onde trabalhou no restaurante Asador Etxebarri, especializado em cozinha na brasa, e no estrelado El Celler de Can Roca, um dos melhores restaurantes do mundo. Hoje é sous chef no Corrutela, restaurante lixo zero celebrado na cena gastronômica do mundo.

No Mestre do Sabor, Mari preparou um agnoline de abóbora e castanha de caju e caldo de frango, que também conquistou os três chefs. Bastante elogiada, ela escolheu ficar no time de Kátia Barbosa.


A Tribuna precisa do seu apoio! 🤝

Neste cenário de pandemia por covid-19, nós intensificamos ainda mais a produção de conteúdo para garantir que você receba informações úteis e reportagens positivas, que tragam um pouco de luz em meio à crise.

Porém, o momento também trouxe queda de receitas para o nosso jornal, por isso contamos com sua ajuda para continuarmos este trabalho e construirmos juntos uma sociedade melhor. Bora ajudar?