O cantor, compositor, multi-instrumentista e escritor Humberto Gessinger vem a Curitiba, dia 19 de novembro, com a primeira apresentação na capital da turnê “Não Vejo a Hora”. O show será mais uma vez no palco do Teatro Positivo – Grande Auditório, local que recebeu o artista anualmente pelo menos nos últimos dez anos (a exceção do ano passado). O show começa às 21h15

Dessa vez, Gessinger assume, além dos vocais, baixo, teclados e harmônicas, em parceria com Felipe Rotta na guitarra e Rafael Bisogno na bateria e percussão. No repertório estão sucessos de 36 anos de carreira, além de canções inéditas do novo álbum.

+ Viva Curitiba: 15º Festival de Pão com Bolinho começa nesta terça (9); veja cardápio e fotos!

“Foram dias muito intensos quando gravamos as oito canções com power trio (baixo de seis cordas, guitarra e bateria) e as três com o trio acústico (viola caipira, baixo acústico e acordeon). O material foi escrito no decorrer do último ano (2019), com exceção de duas canções um pouco mais antigas: “Missão”, que escrevi com Duca Leindecker, e Outro Nada, que escrevi com Bebeto Alves”, disse.

Como sempre, as letras são todas de Gessinger, com várias parcerias na composição, como com o próprio Rotta, Nando Peters e Esteban Tavares. “Desde o início, saquei que o material pedia uma produção ágil, rápida, para que a força das composições não se perdesse em firulas no estúdio. Foi o que a gente fez. Com exceção de alguns vocais que eu dobrei, não há overdub no disco. ‘Não Vejo a Hora’ é um disco focado na simplicidade dos trios”, revela Humberto Gessinger.

Produzido por Humberto Gessinger, “Não Vejo a Hora” (Deck) é o quarto disco solo – primeiro álbum de inéditas desde “InSULar” (2013) – e traz 11 canções autorais gravadas com dois trios. São oito faixas com o power trio formado com Rafa Bisogno na bateria e Felipe Rotta na guitarra (músicos que o acompanham na estrada) e Humberto no baixo de seis cordas.

+ Leia mais: Dança, literatura, cinema e mais: confira a programação do mês da Consciência Negra em Curitiba

Nas três músicas acústicas, Gessinger assume a viola caipira, acompanhado por Nando Peters no baixo acústico e Paulinho Goulart no acordeon. Lançado em CD, vinil, K7 e em todas plataformas digitais, o álbum foi gravado no Estúdio Soma em Porto Alegre e conta com duas formações, dois trios distintos: o “power trio” e o trio acústico. As ilustrações da capa e contracapa são do artista gaúcho Felipe Constant.

Muita estrada

Gessinger trabalhou muito na pandemia, mas sempre em casa. Foto: Reprodução / Instagram

Com 36 anos de estrada, Humberto Gessinger lança seu 22º álbum. Oito DVDs completam a discografia que renderam oito discos de ouro, um disco de platina, quatro DVDs de ouro e milhares de fãs apaixonados por sua música.

Em 2013 lançou o CD “inSULar” (STR/Stereophonica), o primeiro como artista solo e em 2014, o DVD/CD “inSULar ao vivo” (Coqueiro Verde Records), que recebeu DVD de Ouro em apenas dois meses e foi indicado ao Grammy Latino de melhor álbum de rock. Em 2016, após três anos viajando por todo Brasil com “inSULar”, Humberto Gessinger lançou a turnê “Louco Pra Ficar Legal”, e dois novos singles, “Pra Ficar Legal” e “Faz Parte”.

Em 2017 lançou o compacto “Desde Aquela Noite”, com faixas já gravadas pelos parceiros das composições, mas inéditas na discografia de Gessinger e estreou a turnê “Desde Aquele Dia – 30 anos A Revolta dos Dândis”, registrada no DVD/CD “Ao Vivo Pra Caramba” lançado em 2018, mesmo ano do projeto “Canções de Amor, Filmes de Guerra” em comemoração aos 25 anos do 1º acústico dos EngHaw, o álbum “Filmes de Guerra, Canções de Amor”, um dos discos de maior sucesso dos Engenheiros do Hawaii.

Paralelamente a seu trabalho como músico, Humberto Gessinger já lançou 5 livros: “Meu pequeno gremista”, “Pra ser sincero”, “Mapas do acaso”, “Nas entrelinhas do horizonte” e “Seis segundos de atenção”.

Ingressos

Para acesso ao local do evento é obrigatório a apresentação do comprovante de vacinação contra Covid-19, com no mínimo a primeira dose. O comprovante pode ser físico ou digital. É obrigatório o uso de máscaras durante todo o evento.

Os ingressos limitados já estão à venda através do www.diskingressos.com.br e custam a partir de R$80,00 (meia-entrada) + taxa adm. Pessoas VACINADAS com pelo menos 1 dose pagam meia-entrada. A meia-entrada é para estudantes, maiores de 60 anos, professores, doadores de sangue, portadores de necessidades especiais (PNE) e de câncer. Clientes Clube Prime e Clube Disk Ingressos possuem 50% de desconto na compra de até dois ingressos por associado.

Os ingressos podem ser adquiridos através do Disk Ingressos (Ventura Shopping – de segunda a sexta, das 11hs às 22hs, aos sábados, das 10 às 22 horas, e aos domingos, das 14 às 20hs)Call-center Disk Ingressos (41) 33150808 (de segunda a sexta, das 9h às 22hs, e aos domingos, das 9 às 18hs). É obrigatória a apresentação de documento previsto em lei que comprove a condição do beneficiário na compra do ingresso e na entrada do teatro.

O Teatro Positivo – Grande Auditório fica na Rua Pedro Viriato Parigot de Souza, 5.300.