O ministério da Saúde deve apresentar nos próximos dias um plano de manejo sanitário contra a pandemia que prevê a revacinação contra a covid-19 de toda a população do Brasil no próximo ano. O propósito foi informado pelo secretário-executivo da pasta, Rodrigo Cruz, em entrevista ao jornal Valor Econômico.

LEIA TAMBÉM:

> Segunda dose da Pfizer é antecipada em Curitiba; veja ainda a agenda da Coronavac e AstraZeneca

Professor de Curitiba tem mestrado concluído mesmo após morrer. “Legado pros alunos”

Segundo a publicação, a idéia é garantir ao menos uma dose por pessoa em 2022 e assegurar a compra de uma segunda dose de reforço, caso seja necessário. Segundo Cruz, grande parte dos países já asseguraram a revacinação de suas populações para o próximo ano.

A pasta deve definir ainda quais serão as vacinas utilizadas para as doses de reforço, mas deve priorizar os imunizantes da Pfizer e da AstraZeneca, que já possuem o registro definitivo para uso no país, além da Janssen.

Pantanal

Tadeu pede perdão a José Leôncio

Curitiba e região

Frente fria chegando! Confira a previsão

Novidades da Netflix

Volume 2 de Stranger Things 4 e mais séries e filmes chegam nesta semana

Além da Ilusão

O verdadeiro Rafael Antunes desperta do coma