A variante delta da Covid-19 parece causar doenças mais graves e é tão contagiosa quanto a catapora, de acordo com um relatório dos Centros de Controle de Doenças dos Estados Unidos (CDC, sigla em inglês) publicado pela mídia americana.

+WebStories: Saiba quais são os sintomas e como se proteger da variante delta

O jornal “Washington Post” publicou este documento interno do CDC segundo o qual as pessoas que completaram a vacinação para Covid-19 podem transmitir a variante delta tanto quanto as não vacinadas.

“As pessoas precisam entender que não estamos dando um alarme falso”, disse a diretora do CDC, Rochelle Walensky, à emissora americana CNN. Ela acrescentou que “este é um dos vírus mais contagiosos conhecidos” e é “comparável” ao “sarampo ou catapora”.

LEIA TAMBÉM:

> Curitiba amplia repescagem da vacinação contra covid-19 para nascidos até 1985

Pfizer diz que terceira dose da vacina pode proteger mais contra a variante delta

> Anvisa alerta sobre casos raros da síndrome de Guillain-Barré em vacinação da covi

Espera-se que o CDC divulgue nesta sexta-feira informações que apoiam sua decisão de modificar as recomendações que foram dadas para as pessoas que receberam a vacina contra a Covid-19, como voltar a usar máscaras em locais fechados.

Contágio da variante delta

O documento do CDC mostra que o órgão reconhece que deve adequar suas mensagens à população, enfatizando que a vacinação é a melhor defesa “contra uma variante tão contagiosa que atua, quase, como se fosse um vírus novo e diferente”, informa o “Post”.

O documento enfatiza ainda que a variante passa de uma pessoa para outra mais rapidamente do que o Ebola, um resfriado comum, a gripe sazonal e o sarampo e é tão contagiosa quanto a catapora.

Esta semana houve uma média diária de 71 mil novos casos de covid-19 e dados das agências sanitárias indicam que as pessoas vacinadas transmitem o vírus, embora, aparentemente, em menor grau do que as pessoas não vacinadas.